Processo Criativo

Um quadro, no meu entender, é um conjunto harmonioso de cores, formas, luz e sombra. Assim, as etapas que uso para elaboração dos meus quadros são:

- Desenho - em que se tem a primeira ideia do conjunto. Aqui, procuro pela harmonia das formas. Qualquer aperfeiçoamento, ou correção, pode ser introduzido nas etapas seguintes.

- Marcação inicial - em que procuro introduzir a harmonia entre luz e sombra. Aqui, uso tintas puras, dando preferência às de natureza transparente e com grande poder de tingimento, como os "ftalos", "quinacridones" etc. Mais especificamente, nas tintas que uso nesta etapa estão presentes os seguintes pigmentos (comercialmente, os nomes são os mais diversos): PR101 (versão transparente), PR112, PR122, PR170, PY42 (versão transparente), PY83, PG7, PG36, PB15 (ou PB15:1 ou PB15:3), PV19 e PV23 (sobre o significado destes códigos veja, por favor, o Capítulo 1 do meu livro  Pintura - Além do pincel. ) Nesta parte não uso branco nem óleo de linhaça. Uso muita terebentina. Estas cores não têm, necessariamente, correlação com as cores finais (entretanto, algumas vezes é possível sentir sua agradável presença respirando através das tintas do quadro pronto). Após esta etapa, tenho uma melhor ideia do conjunto, mas, depois, se notar que algo ainda pode ser melhorado, posso fazer isto na última etapa.

- Colocação das tintas definitivas - Nesta fase procuro pela harmonia das cores. Elas contêm os pigmentos mencionados no item anterior e mais os seguintes, dentre outros (não uso os mesmos pigmentos sempre): PR101, PY3, PY17, PY42, PG17, PB15:4 , PB29 e PW6 (não sinto muita falta dos pigmentos com cádmio e cobalto - poucas vezes os uso). Trabalho com óleo de linhaça refinado alcalinamente (ou prensado a frio) e óleo polimerizado (este nas camadas finais). Após esta etapa, se notar que muita coisa não ficou boa, faço o quadro novamente. Grandes correções podem tirar a espontaneidade do trabalho.

Quando pintava ao ar livre, fazia no local as duas primeiras etapas. A colocação das tintas definitivas era feita no ambiente calmo do ateliê, onde procurava deixar espaço para criatividade e imaginação. A seguir, apresento alguns exemplos dessas etapas.

 Pinturas      Página inicial      Sair